segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Coimbra: uma cidade feia e doente


Coimbra, MG. Foto Ítalo Stephan, 2010. Verticalização, emparedamento, calçadas estreitas. Falta de identidade. Talvez devesse chamar Coimbra de "Qualquerlandia" que serviria para um sem número de outras cidades.
Coimbra, MG. Foto Ítalo Stephan, 2010. Avanços por sobre a via pública. Perigo da proximidade da fiação elétrica. Mal gosto: desproporção, falta de ritmo. Falta de identidade. 

É horrorosa a arquitetura (?) produzida na pequenina cidade de Coimbra, na Zona da Mata mineira. Uma cidade com menos de dez mil habitantes que cresce espremida, com prédios colados uns nos outros, avançando por sobe as calçadas públicas. São construções sem afastamentos, que ocupam taxas altíssimas de ocupação do terreno e que deixam a cidade doente, do corpo e da mente. Perde-se a ventilação e iluminação adequadas. Perdem-se espaços públicos, as ruas se estreitam e formas corredores. As construções são de uma plástica desproporcional, sem harmonia e sem gosto algum. É visivel que as construçoes empregam materiais de qualidade, mas é muito dinheiro mal empregado.

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Rua de Viçosa 3


Dois prédios na Av. Gomes Barbosa. Foto Ítalo Stephan, 2010

Nesta avenida que continua a sofrer agressões dos arquitetos, engenheiros e administradores municipais, há um símbolo da falta de legislação até o ano 2000. O prédio mais alto colou seus quatorze andares na divisa. O prédio vizinho, menor, tinha um afastamento mínimo. São dois prédios insalubres e doentes. Deve ser assim também para quem mora ali.

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Parabéns, Oscar!


15/12/2010. São 103 anos de vida do nosso mestre! 

Foto:
http://www.google.com.br/imgres?imgurl=http://www.romildo.com/imagensan/20071214Niemeyer.jpg&imgrefurl=http://www.jornaldiariosudoeste.com.br/v2/%3Fp%3D12071&us

Capacidade de superação


Foto da ganância. É visível que a construção vai avançar e acabar com o alinhamento das casas mais antigas da rua. Isto vai ocorrer ao lado daquele que desrespeitou o alinhamento, mas recuando, o que é uma boa solução. Foto Ítalo Stephan, 2010.

As obras começaram e cadê a placa do autor dessa façanha? E o IPLAM, como pôde aprovar isto? Foto Ítalo Stephan, 2010

É incrível como os construtores de Viçosa são capazes de se superar quando é para fazer errado!
Um senhor me ligou duas vezes apavorado dizendo que mora na Avenida Gomes Barbosa há cinqüenta anos e viu, com estupefação uma obra que está erguendo os pilares destruindo o afastamento tradicional da via. Quase todos os prédios vinham respeitando o afastamento existente. Agora, um construtor ávido por lucros pessoais consegue iniciar mais uma bobagem. Quem foi o arquiteto que projetou isto? A prefeitura aprovou esta aberração sem consultar o Conselho Municipal de Cultura e Patrimônio Cultural. Como pode aprovar esta obra? 
A cidade sofre mais um revés.

O senhor que me ligou não sabia o que fazer. É um cidadão preocupado com o que está acontecendo com sua cidade, com a destruição das últimas qualidades que ainda possui. Sugeri que ele corresse ao Ministério Público e que fosse reclamar no IPLAM. Na segunda ligação, indignado, disse que procurou a prefeitura e que foi tratado com descaso. Já pensa em erguer um muro na sua casa com o novo alinhamento. É triste!  

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Despedida de los hermanos

Em um jantar no restaurante La Coccinela, o coordenador do curso (Ítalo) e o chefe do departamento de Arquitetura e Urbanismo da UFV (prof. Túlio) se despedem dos três estudantes argentinos - Celso, Florencia e Nicolas - que estiveram por um semestre em um programa de mobilidade acadêmica (MARCA). Foi uma boa experiência. Que venham outros hermanos.
Um deles vai ficar mais um semestre.

sábado, 11 de dezembro de 2010

Rua de Viçosa, MG


Uma outra rua (?) em Viçosa. Sem acessibilidade, sem largura mínima, sem calçadas acessíveis, sem esquina, sem ventilação, sem iluminação, sem sistema de drenagem, sem pavimentação adequada, sem afastamentos, sem saúde. Foto Ítalo Stephan, 2010.

Dia do Arquiteto e Urbanista


PARABÉNS AOS ARQUITETOS E URBANISTAS PELO NOSSO DIA!
MANTENHAMOS OS PÉS FIRMEMENTE NO CHÃO, 
MAS LEVEMOS NOSSAS CABEÇAS MUITO ACIMA DAS NUVENS!

Pela reativação do COMPLAN

Uma rua (?) em Viçosa. Sem acessibilidade, sem largura mínima, sem calçadas acessíveis, sem ventilação, sem pavimentação adequada, sem afastamentos, sem saúde, com espaço público invadido por materiais de construção e varandas. Bom que alguns vizinhos nem precisam assinar Sky! Foto Ítalo Stephan, 2010.

Pelo direito de participação na discussão dos rumos de Viçosa!


Encaminhei ao Ministério Público de Minas Gerais denúncia - 18659122010-6 -  sobre a falta de empenho da administração municipal (a anterior e a atual) no sentido de reativar o Conselho Municipal de Planejamento - COMPLAN.
O Conselho Municipal de Planejamento (COMPLAN) é o órgão superior de assessoramento e de consulta, com funções fiscalizadoras e deliberativas no âmbito de sua atribuição.
Cabe ao Poder Executivo garantir as condições para o pleno funcionamento do COMPLAN.
São atribuições do COMPLAN:
- monitorar, fiscalizar e avaliar a implementação do Plano Diretor Participativo e da legislação urbanística;
- propor, analisar e emitir parecer sobre alterações do Plano Diretor Participativo e da legislação urbanística;
- opinar sobre a compatibilidade das propostas de programas e projetos contidos nos Planos Plurianuais, na Lei de Diretrizes Orçamentárias e nos orçamentos anuais com as diretrizes do Plano Diretor e da legislação urbanística
- opinar sobre casos não previstos no Plano Diretor Participativo e na legislação urbanística ;
- auxiliar o Executivo Municipal na ação fiscalizadora de observância das normas contidas na legislação urbanística e de proteção ambiental;
- receber sugestões da população nas questões afetas ao Plano Diretor Participativo à legislação municipal correlata, dando-lhes o devido encaminhamento.
O COMPLAN está inativo há mais de três anos. O motivo é simples: político. Neste período, muitas coisas erradas foram aprovadas em Viçosa sem que houvesse um mínimo de discussão e compensação benéfica para o bem público. As consequencias serão graves para o que já foi feito em desacordo com o Plano Diretor e com o bom planejamento.
Cidadãos, prestem atenção com a forma com que Viçosa cresce. Tem muita coisa errada!

Ministério Público pede embargo do Ecolife

É bom que hajam mais pessoas interessadas nos rumos de Viçosa.
Veja sobre o assunto em:
http://vicosacidadeaberta.blogspot.com/2010/12/ecolife-documento-do-procedimento.html

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Arquiteto: Giancarlo Mazzanti

O arquiteto Giancarlo Mazzanti tem produzido obras de alta qualidade arquitetônica. Na revista Projeto 369 de novembro de 2010 e na revista AU 200 de novembro de 2010 trazem projetos de escolas públicas - um em Bogotá  e outro em Cartagena (este em co-autoria com Felipe Mesa) . São obras de rara beleza, em soluções de partido com partidos fortes e em bairros pobres. Vale a pena visitar o site do expoente arquiteto.
http://www.giancarlomazzanti.com/

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010